AddThis Social Bookmark Button

Espaço-Poesia

Semear

Semear
sem pensar que a colheita te pertence.
Sem pensar que a terra te pertence
Sem pensar que a semente te pertence.
Semear.
Sem pensar que é semente única
perfeita
só feita por você.
Semear.
Sem imaginar que é tudo desprendimento.
Achando que a semeadura é tudo
e a colheita nada.
Semear
sabendo que a colheita virá um dia.
Sabendo que o importante não é colher,
mas que a colheita um dia virá.
Apesar de quem semeou.
Porque alguém semeou.
Mesmo que não esteja presente na seara.

Teotonio Simões, 

“Sem Bandeiras”

 

Home      Capa

Ofertas