AddThis Social Bookmark Button

Editorial

FILOSOFIA E EDUCAÇÃO: UMA NECESSIDADE

         O papel da educação na atualidade é fundamental para uma possibilidade de transformação da realidade. O campo filosófico é intrinsecamente ligado aos vários debates que hoje ocorrem no campo educativo, quer seja no aspecto de uma epistemologia ou mesmo de uma perspectiva psicopedagógica. O que é um pouco estranho em nosso país é que ultimamente, mais precisamente nas últimas décadas, o debate esteja centrado na figura de expoentes mais da psicologia do que da própria filosofia da educação. Não podemos negar a influência de Piaget e Vygotsky nesse debate, porém não podemos negar que Piaget – e o interacionismo kantiano – e Vygotsky – com o materialismo dialético de Marx – são fruto de uma episteme com bases sólidas em autores clássicos da filosofia moderna.

         O próprio lema “aprender a aprender”, encerra em si mais do que uma simples relação sujeito-objeto, percebe-se uma necessidade de compreender uma realidade cada vez mais complexa e envolvida em uma tecnologia transformadora de atitudes e paradigmas. O interacionismo e a própria dialética são instrumentos necessários e valiosos como perspectiva de perceber esse real e de dotar de sentido crítico um alunado cada vez mais ansioso por novidades.

         Os pensadores, educadores, estruturados em torno da condição pós-moderna, questionam algumas possibilidades da modernidade, as verdades absolutas, o ideológico sob o prisma do domínio do homem, ou como diziam os filósofos da Escola de Frankfurt, “a não razão na razão”, que não permitem perceber as contradições que envolvem a realidade.

         O mundo das certezas está abalado, existe uma crise, as “verdades”, os destinos preestabelecidos, já não existem e não são defendidos com tanta veemência, os paradigmas inabaláveis da ciência e por que não dizer; do processo educativo, passam por uma rica transformação, não é o ceticismo que sai ganhando com tudo isso, mas sim, a perplexidade do homem, o olhar inquieto da dúvida. O cogito em uma possibilidade pós-industrial, é antes de tudo, revelador de novas mudanças, são novas sínteses e redescrições, que o homem faz de si  e do mundo mutante em que vive.

         Onde está o centro do debate? Ao nosso ver, na filosofia e no  seu aspecto mais fundamental, o pedagógico, não existe obra filosófica que indiretamente ou até mesmo diretamente, não esteja envolvendo o aspecto educativo. Já em 1915, o filosofo americano J. Dewey,  escreveu  na obra Democracia e educação; “As páginas seguintes consistem num esforço para detectar e afirmar as idéias implícitas na sociedade democrática e aplicar estas idéias nos problemas das atividades da educação”.

         O trabalho está centrado em uma idéia cara para educadores e intelectuais em geral: a democracia. Portanto, os filósofos parecem seres muito teimosos por acreditarem nas possibilidades do homem, e principalmente por perceberem que através da mais radical democracia está o sentido educativo da sua matéria, isto é, a filosofia esta cada vez mais inserida no debate das transformações e da realidade.

Agenda

Sábados, às 17 horas

 Palestras gratuitas: Participe!

Cursos livres

Da Mitologia Grega ao Mundo Contemporâneo

 R$40,00/mês

Ética e Justiça: a proposta de Enrique Dussel para libertação

R$40,00/mês

Filosofia da Educação:

 teorias e práticas

R$40,00/mês

As teorias de Galileu diante da Inquisição

R$40,00/mês

Inscrições:

Tel. (13) 3222-1949 (CEFS)

Rua Júlio Conceição, 206,

V. Mathias, Santos/SP

=========================

Expediente

Jornal Paradigmas, uma publicação do CEFS – Centro de Estudos Filosóficos de Santos

O CEFS é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo fundamental levar a Filosofia a toda a sociedade, sem qualquer discriminação, contribuindo, assim, com a formação da consciência crítica do cidadão e propiciando-lhe, por conseguinte, melhor reflexão e atuação diante da realidade de que faz parte.

Presidente

Luiz Meirelles

Vice-Presidente

Ronaldo Ronil da Silva Jr.

Conselho Editorial

Cristiane Guapo / José Sobreira Barros Jr 

Luiz Meirelles

 Jornalista Responsável

Beth Capelache

Mtb.: 2.383.802

 Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a opinião do CEFS.

 CEFS

Rua Júlio Conceição, 206

 Cep 11015-540 Santos/SP

Telefone: (13) 3222-1949

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 Impressão

Gráfica Guarani

Rua Bittencourt,  Santos/SP

Dicas

 

Leitura:

Carta Sobre a Felicidade / Epicuro / Unesp.  Esse livro traça a estrutura do epicurismo. A carta versa sobre a conduta humana e faz uma exortação à filosofia como disciplina cuja meta é tornar feliz o homem que a pratica.

Internet:  

http://www.hypnos.org.br/

Este é o site institucional da revista Hypnos, no qual o internauta encontra referências sobre a revista, publicações, cursos, leituras, fórum  e artigos da área de filosofia e conexas.

Filme:

LÁGRIMAS DO SOL

Bruce Willis é A. K. Waters, indicado para resgatar uma médica nas selvas da Nigéria, durante guerra civil naquele país. Ao encontrá-la, é supreendido pela exigência dela, que só sai do lugar se ele e sua equipe levarem junto 70 refugiados. Direção de Antoine Fuqua.

Home      Capa

  • leiamais

Leia também outros artigos

37. concepções educacionais em Vygotsky e Foucault
AddThis Social Bookmark Button

AS CONCEPÇÕES EDUCACIONAIS EM VYGOTSKY E FOUCAULT

PAULO DIAS GOMES

Filósofo, Teológo, Doutor em Ciências da Religião e Especialista em Docência do Ensino Superior e em Educação à Distância.

Professor titular da Cadeira de Fenomenologia e Existencialismo, Lógica e Metafísica da Faculdade Phênix de Ciências Humanas e Sociais do Brasil

 

Lev Semionovitch Vygotsky Nasceu em 17 de Novembro de 1896 na cidade Orsha – Moscou. Pensador importante, foi pioneiro na noção de que o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interações sociais (e condições de vida).

Leia mais...
Religião na Bioética, avanço ou retrocesso
AddThis Social Bookmark Button

Religião na Bioética, avanço ou retrocesso

 A bioética surge da necessidade de defender os direitos humanos, já que, em nome do avanço científico, várias transgressões aos direitos humanos estavam acontecendo, como o das experiências nazistas com prisioneiros nos campos de concentração e outras experiências subseqüentes

Leia mais...
Controle de constitucionalidade e democracia: uma reflexão a partir de Ronald Dworkin
AddThis Social Bookmark Button

Controle de constitucionalidade e democracia: uma reflexão a partir de Ronald Dworkin

1 - Considerações iniciais

 O presente trabalho discute, a partir do filósofo americano Ronald Dworkin, um dos problemas mais latentes da democracia atual, a saber, o controle de constitucionalidade. Tal problema surge quando não fica bem claro, num determinado estado democrático de direito,

Leia mais...
Espaço-Poesia
AddThis Social Bookmark Button

Espaço-Poesia

Quem morre?

Leia mais...
Os Filósofos pré-socráticos: filósofos da natureza
AddThis Social Bookmark Button

Os Filósofos pré-socráticos: filósofos da natureza

I – Introdução.

Até 600 a.C, aproximadamente, o homem grego utilizava a mitologia para explicar a natureza e fundamentar a própria organização sociopolítica grega. Os mitos mais antigos de que se têm registros remontam ao período Neolítico, isto é, aproximadamente 10.000 a.C.

Leia mais...