AddThis Social Bookmark Button

Espaço-Poesia

 

Infinitoatividades

A Solidão me põe de cabeça para baixo.
Nela, tudo que normalmente se equilibra
e que chamam por aí de bom senso
despenca.
A solidão me torna vulgar,
puro, indeciso, passional, relativista
convicto, introspecto, saudosista
enfim um monte de todas as coisas
que ainda existem, nomes despencam
na minha solidão também.
A minha solidão me faz fora
aquilo que vive dentro.
E é por isso que a solidão me faz
tão bem.

autor :
Daniel Lopes Alves

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Home      Capa

Ofertas