Espaço-Poesia

 

Falido transatlântico

Eu não sou eu

eu sou você

eu sou todos nós

hoje eu mais nada faço

eu somente falo

pela tua voz

hoje durante um segundo

eu fiquei a sós

s.o.s. com o mundo

hoje eu encontrei no fundo

do poço

o meu rosto

e agora eu posso saber que

milhões, milhões, milhões,

milhões

milhões, milhões, milhões,

milhões, milhões, milhões

somos na verdade

milhões de transatlânticos

falidos

milhões de transatlânticos

falidos

em pleno, em pleno mar

da tranqüilidade

 

Marcus Vinícius

Álbum: Zé Ramalho – “Eu sou todos nós”

 

Home      Capa

AddThis Social Bookmark Button
  • leiamais