AddThis Social Bookmark Button

 

Editorial

 

A sociedade contemporânea está carente. Desde o início da história da humanidade, talvez este seja o momento de maior angústia humana. Angústia essa que está estampada em cada rosto, em cada olhar, em cada ação. Nesse aspecto, não há diferenças, quaisquer que sejam. Desde o menino que pede, assustado, do outro lado da barreira transparente do carro, até os mais ricos e poderosos, que se trancam em fortalezas e blindam seus carros. Todos estão de certa forma impotentes diante do massacre cotidiano em que se inserem. A angústia, de fato, faz parte da própria vida humana, vez que o homem está sozinho no mundo, em busca de sua própria realização e, para isso, precisa se relacionar, fundamentalmente, com o outro, com aquele que por mais semelhante, lhe é diferente. É inegável que, quanto menor o conhecimento, menor a consciência desta situação. Assim é que, por muitos séculos, o homem não se deu conta da sua insignificância diante do cosmo, porquanto seu conhecimento era ainda muito precário e, pois, sua consciência, engatinhava.No século passado, o homem avançou de tal forma seus conhecimentos como jamais houvera ocorrido. As invenções trouxeram tantos aparatos tecnológicos, que muitos não encontram espaço para si mesmos dentro de seus próprios quartos, e alguns já pretendem se mudar da Terra. Nossas crianças falam e fazem coisas, hoje, que sequer sonhávamos em nossa infância. Isto posto, e considerando, ainda, que o homem está no mundo diante de um leque infinito de possibilidades para sua realização, é fácil notar o quanto o campo perceptível deste leque vem alargando-se. Antes, explorávamos os arredores de casa, hoje, os arredores da Terra. Ohomem encontra-se, assim, perdido face a tantas opções, e sem condições mínimas de proceder a uma escolha razoável. O desespero, penso, surge exatamente da consciência dessa abertura do leque e da falta de condições para escolher o melhor caminho, aquele que propicie um estado satisfatório.

Para sair desta situação crucial, deve, pois, o homem traçar um projeto vital, como diz Ortega y Gasset, e conscientizar-se de que sozinho no mundo não há possibilidade qualquer. Viver é conviver e, portanto, é imperioso que o homem cuide não apenas de outras coisas, mas fundamentalmente, de outras vidas ou, mais precisamente, de outros seres humanos, porquanto esta é a única forma de continuar a sua própria existência. O primeiro passo para essa tarefa é centrar sua atenção na busca da verdade. Somente assim poderá caminhar de sua insegurança inicial em direção a uma segurança final...

Agenda

Curso de Filosofia Moderna I

Início: 19 de maio de 2001.

Local: Treinasse – Av. cons. Nébias, 337, Santos/SP

Informações: Tel. 3221-3518 (CEFS)

3252-3319 (Luiz)

Núcleo de estudos Herbert Marcuse

Tema: obra "Tecnologia, Guerra e Facismo"

Coordenação. Prof. José Sobreira Barros Jr.

Bacharel em História e Mestrando em Filosofia - PUC/SP

Gratuito p/ sócios (associe-se)

Inf.: (13) 3221-3518.

 

Núcleo de Estudos Emmanuel Lévinas

Tema:Ética e Fenomenologia

Coordenação: Prof. Luiz Meirelles

Bacharel em Direito, Licenciado em Letras e Filosofia – Unisantos

Mestrando em Filosofia PUC/SP

Gratuito p/ sócios (associe-se)

Inf. (13) 3221-3518 e 3252-3319

  

Expediente

Jornal Paradigmas, uma publicação do CEFS- Centro de Estudos Filosóficos de Santos

O CEFS é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo fundamental levar a Filosofia a toda a sociedade, sem qualquer discriminação, contribuindo, assim, com a formação da consciência crítica do cidadão e propiciando-lhe, por conseguinte, melhor reflexão e atuação diante da realidade de que faz parte.

Presidente

Luiz Meirelles

 Vice-Presidente

Ronaldo Ronil da Silva Jr.

Conselho Editorial

Cristiane Guapo / José Sobreira Barros Jr/Luiz Meirelles

Jornalista Responsável

Beth Capelache de Carvalho

Mtb.: 2.383.802

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a opinião do CEFS.

CEFS

Rua Brás Cubas, 03, sl.19 6º andar Centro Cep 11013-161 Santos/SP

Telefone: (13) 3221-3518

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 Impressão

CEGRAF Gráfica e Editora Ltda

Tels. 3234-5170- 3234-5136

     
  • leiamais
AddThis Social Bookmark Button

Esboço sobre a questão epistemológica e a Filosofia da Educação

José Sobreira de Barros Júnior
Mestre em Filosofia - PUCSP

Todos nós na Educação sempre imaginamos algumas situações que, de uma maneira ou de outra, vivenciamos ao longo do nosso trabalho cotidiano; muitas vezes, um fato ou outro nos chama a atenção e nos leva a um processo de reflexão.

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

 Por que Heidegger e a Poesia?

 1. Heidegger e a Poesia

 1.1. Visão panorâmica

 A pergunta fundamental da filosofia de Heidegger é aquela sobre o sentido do Ser. Assim, a questão maior não é o homem, mas o Ser em ser conjunto. Ele é que torna possível a abertura para a compreensão da existência humana,

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

Assassinato x Sacrifício[1]

De Kieslowski a Kierkegaard. 

 “A fé é a mais alta paixão de todo homem”

Neste artigo, buscarei fazer uma relação entre o filme Não Matarás, do cineasta polonês Krzysztof Kieslowski e a obra Temor e Tremor, do filósofo dinamarquês Søren Kierkegaard, juntamente com outros argumentos e pensamentos para tentar responder a uma pergunta ética:

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

Expediente

Revista Paradigmas

Filosofia, Realidade & Arte

ISSN 1980-43442

Edição 33

Janeiro/Fevereiro 2007

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

 Expediente

Paradigmas
Ano IX - Nº 36
Filosofia, Realidade & Arte
ISSN 1980-4342

Janeiro/Fevereiro 2010

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

Entrevista

Alexandre Rojas de Lima sobre a Psicoestratégia

Colaboração

Luiz Meirelles

1- A Psicologia, até o seculo XIX, era uma disciplina da Filosofia. No século XX, ganhou corpo próprio e até um certo afastamento. Atualmente, é notório entre os profissionais da Psicologia a busca da fundamentação filosófica. Em sua prática profissional você considera as várias correntes filosóficas ou se alia a alguma específica?

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

EDUCAÇÃO E EXISTENCIALISMO: um diálogo possível entre Freire e Sartre

 José Alan da Silva Pereira

Graduado em licenciatura plena em filosofia pela faculdade de filosofia, ciência e letras de Caruaru – FAFICA. Atualmente mestrando em filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

1. Introdução

 

          No prefácio para o livro Pedagogia do Oprimido, o professor Ernani Maria Fiori traz um dos testemunhos mais contundentes e uma das frases mais elucidativas sobre a personalidade educadora de Paulo Freire: “Paulo Freire é um pensador comprometido com a vida: não pensa ideias, pensa a existência” (FREIRE, 2005, p. 7). Ao ler tal sentença, percebemos a partir de onde um diálogo pode ser estabelecido entre esses dois gigantes do pensamento contemporâneo, a saber: Freire e Sartre.       

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

Filosofia com Pipoca

Muita bola e um pingo de filosofia

Edson Pipoca

blogdopipoca.wordpress.com


Nós brasileiros somos muito sortudos: Deus é brasileiro, em fevereiro tem carnaval e nossas negas chamadas Teresas, Marias e etc são as mais sexies do mundo.

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

A viagem suicida pós-moderna

A solidão como saída

Mateus Ramos Cardoso

Especialista em Ética pela Finon

                  Nosso modo de viver moderno é caracterizado pelo desenvolvimento cada vez mais rápido no qual a tecnologia a cada dia supera a si mesma. 

Leia mais...
AddThis Social Bookmark Button

 

Espaço-Poesia

 

Título: A casa do Poeta

 

 Algum lugar, presente lugar, lugar do paraíso

Leia mais...

Ofertas